RODEANDO GARGALHEIRAS


Trabalhar com fotografia é muito divertido e acompanhado a um bom tema, passa a ser bem mais prazeroso. Fiz umas fotos para uma empresa, que a idéia foifotografar uma cavalgada para vender a turistas, no açude Gargalheiras. Começamos saindo da vila dos pescadores, em direção à estrada da prainha. Passamos por uma serrota que só se cruza a pé ou a cavalo; apeamos na comunidade de Bulhões, onde tomamos cachaça e comemos galinha caipira, feita em panela de barro. Atravessamos o local mais a montante da barragem, onde visitamos fazendas de casarões antigos e conversamos com matutos de sítio. llmpamos a vista com o verde dos capins, plantados nas vazantes de rio. rodeamos todo o açude até o sítio mais distante, de quem só vai lá a negócio.
À noite, a surpresa teria de vir. Qual o quê! Um forró pé-de-serra no terreiro da casa, acompanhado por um michuí de carneiro feito por um mestre da cozinha francesa. Ufa! Vida de fotógrafo, é luta.






























































































































































4 comentários:

Manoel Bomfim disse...

Hugo meu caro,

Seu blog está supimpa. Esse passeio ao redor do Gargalheiras deve ser pra mais de arretado. Lembro-me do meu sertão cearense, lá na minha querida cidade Iguatu. Por lá temos paisagens muito parecidas com as que vc colocou.

Um abraço
Manoel Bomfim

Moacy Cirne disse...

Meu caro: uma bela seqüência de fotos, com cheiro do nosso chão seridoense. Um grande abraço.

Anônimo disse...

Hugo,passeando pelo seu blog voltei aos meus tempos de criança na minha querida Gargalheira,que saudade!!!
Neide Fulco

Neide Macêdo Fulco disse...

Hugo, sempre volto ao seu blog para contemplar a beleza desse cenário que é Gargalheira.Não me canso de admirar essas paisagens que fizeram parte da minha vida durante a minha infância e parte da adolescência. Se for possível, publique outras fotos, para o nosso deleite, tá?